domingo, 16 de março de 2008

Mundo




O MUNDO CAI.
EU MORRO SOZINHO.
APESAR DE EU TER ASAS NÃO CONSIGO VOAR.
AS FLORES MORTAS NO MEU QUARTO ME MOSTRAM O QUANTO O ALIVÍO DO ÚLTIMO SUSPIRO ATRAI MINHA DOENÇA PARA FORA DO MEU CORPO.SOU UM GAROTO DE PELE DESCARTÁVEL.PRECISO SER LIBERTO.
O DIA INTEIRO PASSA. MORRO.MORRES.MORTO.
PRECISO MENTIR PARA SABER A VERDADE.
FLUTUO SOBRE UM CHÃO DE ESPINHOS SEM SABER AONDE CHEGAR.
CORTO-ME.CORTES.SANGUE.A MINHA VIDA INTEIRA CAI NESSAS GOTAS DE SANGUE.AS NUVENS CHORAM.É PRECISO CHEGAR A UMA PENUMBRA.
ASAS.SONO.VENTO.MULTIDÃO.CEGOS.ALEIJADOS.O MUNDO É POVOADO POR SERES DESCONHECIDOS.VELHOS.CRIANÇAS.PEDAÇOS DE CORPOS NO CHÃO.AMORES.PAIXÕES.DORES.ÁPATIA.MEDO.SANGUE.TRIPAS.BONECAS ESTRUPADAS.SANGUE.CORTES.COÁGULOS.ÓDIO.DOR.
O DIA INTEIRO SERÁ SEMPRE NOITE NESSE QUARTO...ONDE EU DESPERTE...NO MEU LEITO SOLITÁRIO...

RAXDSON.... AOS 20 ANOS QUE ME RESTAM...

2 comentários:

Me Morte disse...

Tétrico! Muito tétrico!

Ana Kaya disse...

Tétrico nada, muito real.
Senti como se estivesse lá no quarto escuro, pois eu tb me sinto presa dentro de um quarto escuro.

Adorei.
Bjs.