sexta-feira, 2 de maio de 2008

O assassino


O sangue escorria pela face... entretanto, nada que um bom cirurgião plástico e uns três anos com psicólogo não resolvessem. E, é claro, um bom advogado para escapar da prisão.



Um comentário:

Me Morte disse...

A mente arquitetando, como um bom assasino.Bom!