sábado, 28 de março de 2009

Poema Ganhador do concurso do Vale das Sombras...

-


Âmago Analítico

Ainda que eu
Não tivesse o dom de amar
ainda que no necrotério de mim mesmo
meu sentimento vivo
porém inútil
não teria tamanha ignorância
de não te amar.

Seria Egoísta dizer
que o futuro
não chegaria sem você.
E no presente
Quando nossas entranhas
decidem se encontrar...
Eu, analista cego do nosso amor,
encontro um sereno jeito de revelar:

- Eu te amo!

Por Emerson Sarmento.

3 comentários:

Lucia Czer disse...

É lindo! Votei nele porque "de cara" me fascinou! Queria que todas as pessoas soubessem falar de amor desse jeito! Parabéns

Emerson Sarmento disse...

-

Nossa valeu mesmo.
Beijão.

Me Morte disse...

merecido premio!