segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Demoníaca


Uma tem
manual de bruxaria
outra lê Paulo Coelho,

mas ninguém imita
esses olhos de espelho,
e as mãos que curam,
destróem
segundo merecimento.

Vejo os chifres, asas
ceifo, tolho, entalho
ou alimento,

vejo o que há de ser
ou o que foi.

Corto o joio
antes do Juízo
e não lamento.

9 comentários:

Ruy disse...

Eita menina porreta!

Me Morte disse...

Espetacular! Poema apaixonante!

Allan Vidigal disse...

Gostadão.
Como é que eu faço pra entrar no rol do Vale das Sombras? Tem vaga?

FláPerez (BláBlá) disse...

oba!
tenho até uma sugestão do primeiro post rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!

Adroaldo Bauer disse...

A rima com a tese, com a idéia no imaginário do leitor é riquíssima.
Viva!

cristiane machado disse...

tem selinho te esperando lá em meu blog. bjs.

FláPerez (BláBlá) disse...

Obrigada, Adroaldo!!
bj

Que selinho Cristiane?bj

Celso Mendes disse...

Muito bom!!!

Lanoia disse...

LoL