sábado, 16 de fevereiro de 2008

CONVIDADOdoVALE- Giovani Iemini

Tunel de Luz



- Eu estou bem? Eu vi o túnel de luz...
O bombeiro olhou para o paramédico, que guardava o equipamento de desfibrilação, e sorriu.
- Sim, está bem. Por um segundo o perdemos, mas agora está bem. - Mudou o tom de voz. - Você disse que viu o túnel de luz?
- O túnel. Eu o vi! - Um flash de imagens passou em frente aos olhos de Sergio, que relembrou da tudo desde o acidente . - Eu estava no túnel. Fui para a luz, atravessei o portal. Mas... fiquei curioso e olhei para trás. Eu vi. - Arregalou os olhos. - Eu vi o túnel.
O bombeiro e o paramédico se entreolharam.
- O túnel era um pênis. - Gritou. - Um pau! - Balançou a cabeça piscando. - E éramos os espermatozóides nadando no sêmem. Um grande mar de porra.
O paramédico assentiu com a informação.
- Oras, então quando morremos nos transformamos em espermatozóides na luta pela fecundação? Uma chance de uma nova vida? Interessante.
- Não. - Gritou Sergio. - É uma vida diferente! - Trinitrou entredentes. - O pênis era de um orangotango.

Giovani Iemini
http://www.maobranca.bardoescritor.net

4 comentários:

Me Morte disse...

Lembrou-me do filme "Planeta dos Macacos". Sempre gostei dos contos do Giovani, mas essa veia humorística foi uma agradável surpresa, muito boa.
Seja bem vindo no Vale.

Amostra de Propagandas disse...

Bem vindo...Bom texto...parabens!

Ana Kaya disse...

Realmente, "very funny", humorzinho negro sô.

Juliana T.P. POE disse...

aMoOoO :)
cara adorei esse toque de sarcasmo

PARABÉNS