quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008


No paradoxo, sem controle remoto, simplesmente automático
(MaicknucleaR)

Canal 15
Os solitários cômodos daquele minúsculo casebre tornavam-se gigantes salões de castelos diante da pequenez deste pobre homem… Vaguei entre as paredes surdas que não ouvem minhas lamúrias e deixam que o vazio de minha mente seja o hospedeiro de pensamentos diabólicos, satanicamente devassos.

Canal 22
Ligo o som em uma rádio de rock qualquer. Apago a luz da sala. Deito no sofá, cubro-me com um edredom. Meus pensamentos tornam-se uma TV imaginária com quatrocentos bilhões de canais conectados em rede; canais sem grades de programação fixas sujeitos a mudanças na velocidade da luz e sem nenhum controle remoto, simplesmente…
Os fantasmas do passado me assombram com uma tela de recordações frustrantes que alterna para uma série de decepções e são seguidas por novelas de final infeliz. Ali não me vejo como galã, mocinho ou vilão. Sou apenas um figurante da vida, um mero coadjuvante de um filme B que não deu certo. Um fiasco, com pulsos que choram puz e sangue.

Canal 39
Uma solidão suicida corrói lentamente meu espírito como a ferrugem corrói a lataria de uma brasilia 1972 em péssimo estado de conservação...

Comerciais
30 segundos:
Meus pensamentos agora se tornam um macaco cheirado que tomou uma super-dosagem de adrenalina intravenosa bem no meio da aorta.

15 segundos:
Viajo mentalmente sem nenhuma espécie de posicionamento global via-satélite.
Ajuste de tela
O mar em meus olhos contrasta com os esqueletos que dispensei no armário.

Nitidez
O cadáver no porta-malas cheira a essas péssimas lembranças que desejo enterrar no esquecimento de meus neurônios inativos.

”Televisão dá sono”
Ajusto para desligar em meia hora, mas após dois minutos durmo sem nenhum ajuste e de mau jeito. Simplesmente: automático.
THE END

2 comentários:

Me Morte disse...

Quer coisa mais sombria que isso?
Caramba, esse blog tá ficando o máximo! E não é opinião de mãe coruja não,rss

Legal Maick!

Ana Kaya disse...

Que legal este texto.
Caramba, que interessante e diferente o estilo.
Parabéns.
E faço minhas as palavras da Me, este blog tá cada dia melhor e ainda vai melhorar muito mais.
Ainda vamos ser famosos ahahahahah.

Valeu Maick.