domingo, 4 de maio de 2008

Mais um verme!




Não me venhas com olhos vermelhos
Roupas pretas e lenço a mão
Não me venhas com falsos discursos
Desses ditos da boca pra fora
Se na vida, Não foste sincero
Agora... És mais um verme
a rodear meu caixão.


(Sirlei L. Passolongo)

Um comentário:

Me Morte disse...

Eu sempre disse que a pior raiva é a de ver o fingimento de um amor bandido após nossa morte e por sorte, isso não é possível,rs.
Teu poema disse tudo!
Beijos