domingo, 15 de junho de 2008

LAMBUZADO DE TRÈS JOLIE



LAMBUZADO DE TRÈS JOLIE

Très jolie, penso nesta palavra como brinquedo de letras, sinto a boca palpitar purpuramente. Très jolie, é o vestidinho da missa, onde o vento bate assanhado na calcinha bordada da lingerie. Amo as letras que se auto-escrevem... com licença hoje não tem sangue, diga-me: posso ser feliz por um dia? As cruzes dormem na escuridão enquanto a palavra espreme minha mão. Como cão cansado, estico a língua.. desculpe heinn..... hoje não to sombrio, e sabe de uma coisa? Eu me permito....
Tava lendo Artaud e pensei - o Vale iria delirar com um texto assim:
“......renego o batismo e a missa. Não existe ato humano no plano erótico interno que seja mais pernicioso que a descida do pretenso jesus-cristo nos altares. Ninguém me acredita e posso ver o público dando de ombros mas esse tal cristo é aquele que diante do percevejo deus aceitou viver sem corpo quando uma multidão descendo da cruz à qual deus pensou tê-los pregado há muito tempo, se rebelava e armada com ferros, sangue, fogo e ossos..... (Artaud)”

A questão é que Artaud está morto, nem fede mais... e eu amores, to lambuzado de très jolie...

Thiers R >


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

6 comentários:

Me Morte disse...

Caramba!esse moço inspira libido, expira libido, deve exalar cheiro de sexo a cada linha que escreve,rs
muito bom...

Graciele Gessner disse...

Thiers é o cara! Cada nova linha que leio ele consegue me surpreendee! Thiers é um brilhante poeta! Beijos graciosos, Graciele Gessner.

Ana Kaya disse...

Realmente Thiers é um rapaz muito inteligente e cultíssimo, isso ajuda muito na escrita dele.
Não sei se gostei ou não, tá muito confuso pra minha cabecinha ignorante.
Anyway, congratulations, prefiro o inglês ao francês.

Thiers R> disse...

Ora ora minha gente... o q tem pra não se entender..? Eu só falo que quero ser feliz, que n to sombrio e que me lambuzo de très jolie ( muito belo). Inda vc pode ver a Mari-lyn..rsrs.. Eu gst de colocar qquer outra língua nos contos, poemas.. frases.. por aí.
To pensando em escrever algo com termos em alemão...rs
Não tem nada complicado Kaya, descomplique, pq estar feliz n é complicado.. apenas é estar feliz!

Prosa em poesia, poesia em prosa disse...

Primeiramente querido Thiers R...
Obrigado pelos elogios imerecidos ao meu texto... mas fico feliz... eu escrevo sem demasias, sei lá, procuro o cru, e me utilizo muito de sinestesia e natureza, sexo e religiosidade, sem ser pedante ou inoportuno... coisas, sabe como é... li seu texto, confesso ter ficado um pouco tento, mas é o que a leitura pede, ficar de nervo rijo e inerte... parabéns... delicado e latente ao mesmo tempo... um que de Bauhaus talvez.
Ps.: tentei deixar um recado em seu Orkut, mais uma janela pra trocarmos idéias... mas não deu.

Força na pena e luz no poema!

Flávio Mello
MSN: prof_flaviomello@hotmail.com
e-mail: escritorflavio_mello@terra.com.br
Site: www.editoraespacoidea.com.br
Site: www.flavio-mello.blogspot.com

REGINACELLI disse...

Sabe Thiers, uma vez você me escreveu dizendo que suas escritas eram esfarrapadas em comparação aos poetas que costumo ler e enviar mensagens e te respondi que não rotulo poetas, porque cada momento é único e a poesia sai unica da mente criativa naquele determinado instante da criação. Très Jolie é o momento em que você demonstra a necessidade de ser feliz sem cobranças, tipo "olha gente eu tô legal e vou ficar mais e mais très jolie".Sua rebeldia na escrita é fascinante, instigante...vai poeta del mundo mostrar que escrever não tem barreiras,nem restrições, nem fórmulas...basta ser o que é! sempre TRÈS JOLIE.

Bacios caro