quarta-feira, 29 de outubro de 2008

AINDA NÃO ENTARDECI




Hoje falei esta frase, num repente.
“Ainda não entardeci”.
Achei-a tão linda e contundente
Tão profunda engraçada até, mas eloqüente.

Pensei em mim como uma manhã,
Como um início primaveril.
Que aguarda ansioso a chegada da tarde,
Que se traduz na experiência de uma quase anciã.

Noite, noite alta e a lua passeia no céu.
Futuro de todos nós, um dia.
Sermos estrelas neste céu infinito
Iluminando a vida de outros espíritos

E nesta manhã onde sobrevivo,
Aguardo à tarde que ainda não veio.
Sonhando com a noite estrelada, esteio.
Quando então, finalmente, serei estrela e puro brilho.



By Ana Kaya



14 comentários:

Me Morte disse...

Lindo poema para enfeitar a chegada do dia das bruxas na sexta-feira! Amei!
Eu não sumi, to por conta do concurso do vale que abre em novembro e também dos últimos arranjos do ebook III.
Beijão

Giselle Sato disse...

Ana, que leveza...amei este lado doce minha amiga bruxinha...lindo e com ar de novos tempos...Tomara quem sim....bjs e bjs

ociné disse...

Surpreendente...

Muito lindo! Sempre são, mas este tem bastante espaço para o amor, nas tardes desse verão que chega, nas tardes sim, mas nunca tardio, como todos os amores são.

Grande beijo Ana

nelson_magrini disse...

Para mim, é difícil comentar uma poesia, mais profundamente, mas gostei das analogias, bastante contundentes, e ao mesmo tempo, da fluidez do texto, que como alguém disse, nos remete a uma leveza impar. A Ana tem o dom de conseguir ponderar opostos em uma balança equilibrada. Parabéns!

Emerson Sarmento disse...

-


Ah Ananinhaaaaa...
Que bom de ler,é otimo ler o que você escrevee.
Beijão minha amiga arretada.

Rita Medusa disse...

Aninha isso me emocionou de forma inédita,um encanto inexplicável...parabéns!

Inominável Ser disse...

Entardecer divinamente evocativo das altas glórias... Entardecer, Afrodite Amando Hefestos... O Amor E O Fogo Da Tarde... Tempo de colheitas amáveis... Tempo de centralizações admiráveis... Tempo de harmonizações supremamente maiores e velozes e eternamente vivazes vivazes vivazes...

Desculpe o delírio, Ana Kaya, mas vosso poema me deixou em transe, é de uma força magneticamente formidável...

Ana Kaya disse...

Nussaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa agradeço a todos o carinho e a gentileza de virem ler e comentar.
Fico muito emocionada sabiam?
Nelson, vc não existe.
Emerson, vc sempre um xerosu.
Gi, obrigada amiga.
René,obrigada pelo carinho
Ritinha linda, obrigada pelas palavras de incentivo.
Juro por Deus que não esperava tal repercussão deste poema. Realmente ele está diferente do que escrevo sempre, mas as vezes vem uma inspiração diferente e eu aproveito.
Beijos e obrigada a todos.

Jessiely Soares disse...

Oxe, que doce surpresa!

Lindo poema, Ana! Amei mesmo

:D

Parabéns, Beijão!

Lucia disse...

Minha doce vampirinha, amei essa tua nova fase. Lindos versos, leves, serenos, cheios de suavidade. Um beijo.

Giulia Moon disse...

Lindo, querida.
Quanto a mim, acho que anoiteci... E é tão bom! ;-)
Beigiunhos!

Caio Tadeu de Moraes disse...

*Manhã – inicio de um novo dia, novas esperanças e mais 24 horas para desbravar as coisas boas do mundo e sentir o gosto colorido da vida.
*Manhã – desanimo, dor, loucura, suicídio; o começo agonizante e perturbador dos mesmos eventos miseráveis de horas atrás – separados apenas pelos momentos de sono - como um ciclo de sofrimento interminável em que nos vemos presos a cada segundo de nossa existência; sem sossego, sem paz , sem fim. Quando a morte parece tão aconchegante...
Gostei muito do estilo otimista como tratou o assunto ~~ estava precisando de um dosagem de bons fluido já a algum tempo >> Valewww pelas palavras Ana!! << são versos agradáveis, profundos, sábios; daqueles para se refletir antes de enfrentar o dia. Está ai algo razoável e merecedor para se tatuar no peito: “Ainda não entardeci!”

Ana, pelo amor as almas penadas que jazem aqui na Terra, nunca pare de poetizar!!!

Leni Martins disse...

Lindaaaaaaaaa!!! amei o poema....linduuuuuuuu....vc realmente ainda não Entardeceu....lindo...parabéns...viuuuuu...sua danada, talentods amiga,
te amuuuuuuuuuu
bjssssssssss

Ana Kaya disse...

Giulia que comentário mais sua cara, eu escrevi isto num repente, nem eu mesma sei direito o que eu quis dizer ou passar.
mas vc dizer que já anoiteceu e que é muito bom eu adorei ahahahahha.
vc é linda.
beijos mil