segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

PARÁBOLA PARA AMY



PARÁBOLA PARA AMY
Thiers R >


Corre a veia
droga e risca
penetra
chove
distorce
sou vinho e pó
veneno
dilato-me
escavo volúpia
aterro ferida
perco-me
sintetizo
química mente
sou fezes
merde
vapores
cheiros
música
amores
sou cool
also horrorres
sou som
catado no peito
sou traste
cravado na vida
triste agonia
ópio que dilata
mentira
cotidianos
vida inerte
mortalha
sou corte
que sangra
e teima em existir
sou Amy W.


>>>>>

3 comentários:

Nana B. disse...

SHOW DE BOLA!

APROVEITO PRA DEIXAR UM RECADIM...

TOMEI A LIBERDADE DE LINKAR SEU BLOG AO MEU.

ESPERO QUE NÃO SE CHATEIE.

ABRAÇOS E BEIJOS SOMBRIOS...

NANA

Inominável Ser disse...

Pela ascendência da senhorita Winehouse na decadência, a arte que ela pratica fica cada vez mais densa, as músicas muito mais viscerais e compactuantes com a natureza destes versos. Apesar de não ser fã dela, reconheço isso.

Thiers R disse...

Thiers R> agradece a visita... adoro coments..Nem sempre as pessoas tem tempo ou disponibilidade , e nesse sentido fico feliz com a presença de duas poetas que eu não conhecia.

Vlew girls!