sábado, 7 de março de 2009

A Dama


(ao Dia Internacional da Mulher)



Às damas que se foram,


às que ficam, a você que está aqui,


em parte por suas manias e caprichos


que irritam ou que fazem sorrir,


dedico esse pedaço amassado de alma


na forma de palavras e garranchos lineares


com a esperança sólida de que


em suas trevas particulares


sempre encontre alguma maneira


de tere a inspiração para mais um dia,


mais uma semana, outro mês


novo ano, renovada estrela-guia


e se torne mais feliz


e menos magoada consigo mesma


em suas insignificantes imperfeições


que em nada ofuscam sua real beleza.



Moisés Bentes de Siqueira Cavalcanti

Um comentário:

VarkeL disse...
Este comentário foi removido pelo autor.