segunda-feira, 12 de abril de 2010

PARA KAYA – in memoriam - + 29/03/2010


E eu que me apaixonei por voce no primeiro olhar.
E eu que pensei que voce nunca iria embora.
Pensei ingênua, que este dia nunca iria chegar.
Aliás, nem pensava nesta possibilidade.
Éramos só amor, alegria e carinho.
Seus latidos e brincadeiras povoavam nossos dias.
Seu olhar tão profundo e meigo enchia-me de prazer.
Ah, seu narizinho, negro e lindo, jabuticaba madura.
Que eu teimava em beijar a todo instante.
As viagens que fizemos juntas, voce topava tudo.
Voce, a companheira mais perfeita que se poderia ter.
Voce, minha Kaya, que fazia com que os dias não fossem tão longos.
Ainda voce, que me deu um grande presente.
O presente mais lindo e maravilhoso que já ganhei.
Voce me deu outra alegria, branca e peludinha.
De dentro de voce nasceu minha Brisa.
Os dois tesouros mais valiosos que eu tinha.
E agora só uma restou tão triste ela ficou.
Ninguém se conforma que voce não está mais aqui.
É como um pesadelo terrível do qual não vou acordar.
Porque ele é real, fatal, inegável.
Voce se foi para sempre, não mais seu calor.
A morte ceifou sua vida tão curta, uma eternidade seria pouco.
Hoje estou sem ti, rainha do meu lar.
Juro que não sei como vou ficar.
Choro todos os dias, a saudade aperta o coração.
Obrigada por tudo que me deu meu anjo querido.
Minha Kaya, minha inspiração.
Para sempre te amarei.

By Ana Kaya

5 comentários:

Anônimo disse...

longe é um lugar que não existe

Anônimo disse...

is there anibody out there?

Me Morte disse...

longe do corpo, perto do coração...

Flá Perez (BláBlá) disse...

Ana, chorei aqui ao ler seu texto, pelos meus companheirinhos q tbm me deixaram.
e meu Cat, sete anos comigo.
o poema q fiz pra ele está aqui no blog, creio.
bjbj

Anônimo disse...

chegará o tempo da fusão, sem corpos e todos os vícios que nos são impostos. Claro que não posso provar, mas, será tudo tão concreto?
sem objetivo? Você tem um papel, não veio à toa, ASSIM COMO EU, me prendo a isto, fica mais fácil. Apenas tenha certeza que esse tempo chegará e eu estarei lá te observando, num cantinho, e quem sabe eu seja o comtemplado!

Em tempo: o Freddie é grande, mas o Plant extrapola!!!