quarta-feira, 21 de abril de 2010

Vozes


Estou à espreita.
Não se preocupe:
só quero seus membros esquartejados,
sua genitália recortada,
seus olhos
e seu coração
em minhas mãos.

Não quero seu sofrimento.

Misérias me consomem,
histerias coletivas me alucinam,
sexo só é pecado
se for com amor.

Alimentem minha esquizofrenia
senão o mundo perde a graça
e o silêncio das almas se fará.

Preciso das vozes me contando os porquês.
Sem elas não suportaria a sordidez
desta ironia patética que me cerca.

Sem elas o sangue dos inocentes
não escorreria mais em meus braços
se empoçando docemente em meus pés...

(Celso Mendes)

Um comentário:

Me Morte disse...

Caramba Celso! No momento em que estou mais sombria colhendo dados para meu primeiro ebook gótico, vem vc com essa obra prima!!!
Misérias me consomem,
histerias coletivas me alucinam,
sexo só é pecado
se for com amor.

...

Preciso das vozes me contando os porquês.
Sem elas não suportaria a sordidez
desta ironia patética que me cerca.


Perfeito!!!