quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

INFERNO


O que faço aqui neste lugar?

Ainda nem morri e já estou no inferno...

Obrigada a fazer, dizer, calar.

Não é possível destino tão trágico.

Sei que muito pequei.

Mas tenho certeza, já paguei.

Então por que tanta desfaçatez?

Desta vida sem graça, sem embriaguez?


Vivo no inferno.

Sem demônio, sem sensatez.

Vivono inferno.

Queimando, morrendo de vez.


Onde estão a luz e o perdão?


Só peço aos céus que deixem-me viver,

Não quero assim perecer.

Que me reste ainda um sonho, uma esperança.

Que eu seja absolvida, mas sem vingança.



By Ana Kaya

3 comentários:

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

As vezes parece que o inferno é aqui...
E se o divino perdão existe, porque ainda não fomos perdoados?
Seria maravilhoso viver na plenitude, fora dessa selva de pedra que nós mesmos construimos.

Belo poema, adorei!

Beijos,

Fallen Angel.

drl-life-essence.blogspot.com

" VAMPIRA GOMEZ " - ORIGINAL disse...

é minha amiga vc disse tudo: o inferno é aqui mesmo ...cabe a nós fazermos dele um céu de vez enquando né ?
bjsss parabéns !!!

Me Morte disse...

A boa filha à casa retorna. Eu estava com saudades dos teus escritos! Muito bom!!! O inferno muito bem versado!