quinta-feira, 5 de maio de 2011

Arquivo Morto


Afogo em copos
o instinto inócuo
de rasgar diários,
degolar as fotos.

Um dia quando
não me doerem mais
já servirão de capa,
nota de rodapé,

nem sei!

Atestando o ódio
que deixei pra trás,
bilhete suicída
que nunca farei...

6 comentários:

silvioafonso disse...

.

Adoro a boa escrita. Tu não
queres rabiscar meus murus?
Eu juro que não os retocarei...

Um grande e forte abraço

silvioafonso






.

Me Morte disse...

Flá
Sou cada vez mais apaixonada pela maneira que escreves o sombrio. Menina, que lindo poema!
Obrigada por postar aqui!

Flá Perez (BláBlá) disse...

que belo, Silvio!!!!!!

rabisco sim, até pixo! rsrsrrsrs
bjbjbj

Flá Perez (BláBlá) disse...

Me eu falho, tardo, mas não largo os ossos! desculpa pelo mês passado.
bjbjbjbj

Evanir disse...

Minha mãe E sua Mãe
Que ao dar a benção da vida, entregou a sua...
Que ao lutar por seus filhos, esqueceu-se de si mesma...
Que ao desejar o sucesso deles, abandonou seus anseios...
Que ao vibrar com suas vitórias, esqueceu seu próprio mérito...
Que ao receber injustiças, respondeu com seu amor...
E que, ao relembrar o passado, só tem um pedido:
DEUS, PROTEJA MEUS FILHOS, POR TODA A VIDA!
Para você mãe, um mais que merecido:
Feliz Dia das Mães!
Você merece!!!
Meu abraço meu carinho para você

Feliz Dia Das Mães.
beijos e beijos com infinita
ternura,Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com

Nosso Dia Das Mães..Brasil
seguindo seu blog.

Celso Mendes disse...

Bárbaro, Flá! (pô, fazia tempo que não usava essa gíria...rsss).

Muito bom.

beijo.