quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O casamento

            Saudações Mortais...


       Venho hoje postar um poema que compus para o livro que escrevi, O Ciclo das Sombras. É um romance vampírico que eu mais gosto de todos os que eu já compus. Acho que seria elegante se eu pudesse compartilhá-lo com vocês.
      Se alguém tiver interesse em saber mais informações sobre o livro, sintam-se à vontade para visitar: http://ociclodassombras.blogspot.com/
      Sendo assim, vou parar de "conversar" e postar o poema. 
      Espero que gostem.

      Ósculos e amplexos,

Casamento

As sombras são o nosso reino...
A noite a nossa inspiração
Pela eternidade caminhamos
E o sangue que bebemos
Alimenta o nosso coração...
O sangue que eu lhe dou
Será o mesmo sangue que você vai me dar
E quando eles se fundirem
Nossas almas juntas vão estar
O ciclo ao qual pertencemos
Mais uma vez vai girar
E o começo de nossa vida noturna
Ele vai iniciar
Estaremos sempre unidos em sangue e espírito
E assim seguiremos por todo o infinito
Eu serei o seu porto seguro
E você minha eterna pousada
Serei para você o que você sempre desejou
E você será para mim o que minha alma almejou
A sua alegria será a minha alegria
A sua tristeza será a minha tristeza
O seu prazer será o meu prazer
A sua dor será a minha dor
O seu sorriso será o meu sorriso
As suas lágrimas serão as minhas lágrimas
Você será para sempre minha
E eu serei para sempre seu
E nada a nossa volta irá nos separar
Porque somos a mesma verdadeira
A mesma força
O mesmo desejo e
O mesmo instinto
De uma única alma que se dividiu em duas
E faz com que você, Kimberly.
A minha Alma Gêmea
E faz de mim, Ulrich,
A sua Alma Gêmea

                                                                                         Vampyra Morgh




Um comentário:

Mayumi Winterheart disse...

Belas palavras e belo texto, conferirei mais sobre o seu livro daqui alguns instantes, por hora, aqui lhe escrevo. Como nos dias de hoje tornou-se difícil encontrar não homens, não mulheres, mas sim o amor, encantei-me com a sua sensibilidade. Continuarei acompanhando o blog.

http://corredoresabandonados.blogspot.com/