segunda-feira, 3 de março de 2008

Criatura sem alma


Criatura sem alma
Por Adriano Siqueira


O Melhor vinha depois da mordida!
Elas ficavam imóveis e sem reação.
Podia carregá-las sem problema!
E normalmente as levava para o carro.
Odeio sujar o chão do meu carro.
Dessa vez eu tinha que ser rápido...
Eu tinha outra "visita" ainda hoje.
Amo a marginal! Amo aquele rio fétido.
O corpo já era! O caso agora, era tirar o cheiro!
Preciso me lavar com as terras do meu caixão!
Eles devolvem o meu cheiro normal!
Droga... Minha sala está um lixo!
Pelo menos as roupas estão passadas e bem cheirosas, não terei problemas!
O gel que peguei no banheiro! Essa merda lembra sangue coagulado!
Meu carro quase não pega! Vou ver isso depois.
Odeio carros de dez anos atrás! Não posso dar bandeira!
Essa rua .. Era aqui mesmo o encontro!
Ela é uma mulher e tanto!
Mas que diabo.. A vadia me feriu?
Maldita ainda arranhou meu carro!
Meu braço está cortado pela estaca quase ela me pegou!
Água benta nas minhas pernas..
Minhas calças sujaram .. Vadia... Tudo rasgado...
Pelas costas não... Sua covarde...
Olha isso!!! Tudo rasgado... Sujo... Preciso me lavar... Preciso...

Um comentário:

Me Morte disse...

Essa 100% bruxa aqui fica enfeitiçada cada vez que lê tuas coisas,rssss
Muito bom Adriano.