segunda-feira, 26 de maio de 2008

Dança exorcista















Na ponta da sapatilha
Esmago o instinto
O mortífero desejo
Mais nefasto e infeliz
Sai desejo maldito
Que vem da escuridão
Deixa ver algo mais nítido
Sai neblina densa
Que turva meu olhar
Quero olhar o arco-íris
Lá longe, mas possível
O raio de sol
Sentir na tês e não mais
Na sombra apodrecer.

Cristiana Passinato

Um comentário:

Me Morte disse...

Vc consegue me fazer sorrir mesmo com tanta contrariedade acontecendo...Um talento ímpar para os versos, sou tua fã, com certeza...
Obrigada por enfeitar nosso blog.
Beijão