domingo, 5 de outubro de 2008

Sem Lágrimas




.


Aguardo sem lágrimas


A passagem do desencanto




Imundos muros


de névoa e sangue




Escrevem nódoas


estes brutamontes




Agulhas rodam


penas falantes




Aguardo sem lágrimas


a passagem do desencanto






Angela NadjaBerg Ceschim Oiticica

4 comentários:

Rita Maria Felix da Silva disse...

Angela,

Que poema magnífico!
Lindo mesmo!
Parabéns!!!
Beijos
Rita

Nardélio disse...

Oi Angela, muito bom seu poema "Sem Lágrimas". Sucinto e profundo ao mesmo tempo... vc tem o dom, parabéns!

Bjus.

Ana Kaya disse...

Angela amiga, preciso falar com vc mas não sei se somos amigas no orkut.
Por favor eu vou tentar te procurar e vc me procura nos outros do vale que vai me achar.
meu email é:
anabuonanato@gmail.com
quando convidar com este email já vou aparecer, meu perfil, peça pra ser minha amiga, tenho boas novidades que talvez vc vá gostar é sobre uma antologia poética que eu queria que vc participasse.
mas falamos mais depois, se quiser me escrever por email tá valendo tb pra eu te explicar como é.
vc é muito talentosa, iria ser demais.
Parabéns pelo belo poema e beijos to te esperando garota.

Ana Kaya disse...

Angela, muito bom. Gosto de poemas um pouco maiores, mas este seu tá super. Toca o coração e é este o objetivo. Conseguiste.
Bjs linda.