sábado, 6 de junho de 2009

Seis de Junho de Dois Mil e Nove.



Pelo menos, 35 mães choram seus 35 filhos.
35 mães choram seus 35 filhos.
35 mães choram.

35 mães choram sangue, pelas chamas que mataram seus 35 filhos.


                                                                                         México,

por ti
e por teus infantes mortos

espero que hoje
não haja
nenhum
poema no mundo


(Jessiely Soares)

5 comentários:

Me Morte disse...

muito, muito, muito bom!!!!

Jessiely Soares disse...

Muito real.
Muito ruim por ser real.

:(

E desde ontem ando arrasada com esse incêndio.

:(

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

muito bom mesmo!

Wallace Santos disse...

muito bom o poema, eu sou aspirante a poeta ainda, por isso gosto de tudo relacionado e vim deixar a marca aki.

no momento estou envolvido em um projeto de um livro contando a estória de um vampiro, e faço um convite a acompanhar os primeiro 7 capitulos postados no blog onlinedivision.blogspot.com

Jessiely Soares disse...

Obrigada, pessoas. E vamos rezar pra nunca mais acontecer algo assim...

Mesmo sabendo que sempre acontecerão coisas assim...

:(