terça-feira, 20 de outubro de 2009

Você esqueceu do que era importante


Você quis tanto fazer algo maior que a vida
Que acabou esquecendo dos crepúsculos
Que costumávamos a ver sozinhos...

Oh querida, Tu sempre esteve parada ai...
Tão quieta e fria, assim como tem sido
Minhas noites sem você,
Nunca realmente amanheceu.

Eu apenas era iluminado pelo
Teu sorriso que costumava
A deixa-me tão alegre...

Se ao menos eu tivesse
As palavras certas
Eu traria você de volta aqui.
Breno Filth

2 comentários:

Me Morte disse...

Bastaria ler esse poema e ela voltaria, rs
LIndo!

Breno Filth disse...

rsrs
Vlw ME